PRERROGATIVAS, UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

MATO GROSSO - 3ª SUBSEÇÃO DE CÁCERES

Newsletter


Ir para opção de Cancelamento

Agenda de Eventos

Dezembro de 2022 | Ver mais
D S T Q Q S S
# # # # 1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31

Notícia | mais notícias

Para discutir pautas em comum, OAB-MT realiza 1º Encontro de Presidentes Seccionais e Caixas de Assistência do Centro-Oeste

04/10/2022 07:00 | ADVOCACIA MAIS FORTE
Foto da Notícia: Para discutir pautas em comum, OAB-MT realiza 1º Encontro de Presidentes Seccionais e Caixas de Assistência do Centro-Oeste
imgPara discutir pautas em comum da advocacia do Centro-Oeste, a Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Mato Grosso (OAB-MT) e a Caixa de Assistência dos Advogados (CAA-MT) realizaram nesta quinta-feira (29) o 1º Encontro de Presidentes Seccionais e Caixas de Assistência do CO da OAB, no auditório da Seccional de Mato Grosso.
 
A anfitriã, Gisela Cardoso, presidente da OAB-MT, recebeu os presidentes da OAB de Mato Grosso do Sul, Bitto Pereira; de Goiás, Rafael Lara; e do Distrito Federal, Délio Lins. E o presidente da CAAMT, Itallo Leite, deu as boas-vindas aos presidentes da CAADF Eduardo Uchôa Athayde, CAAMS Marco Aurélio Rocha e CAAGO Jacó Coelho.
 
No encontro, foram discutidos diversos assuntos tais como prerrogativas e criminalização da profissão, custas judiciais, a saúde dos advogados e das advogadas e a assistência social, especialmente nesse momento pós-pandemia. Os quatro presidentes encerraram o evento com a palestra “Os desafios da Advocacia do Centro-Oeste: diálogo propositivo e troca de experiências”, ministrada por eles.
 
Gisela destacou que evento cumpriu com seu objetivo de oportunizar a troca de experiência e a busca conjunta por soluções, resultados e ações semelhantes.
 
“Somos a advocacia do presente, do futuro, temos hoje um grande volume de ações envolvendo o agronegócio, por exemplo, então necessitamos de uma atualização e capacitação profissional permanente, especialmente em temas específicos. Nós somos a região da jovem advocacia e também de uma advocacia feminina. Assim, precisamos fortalecer políticas institucionais para tais segmentos e trabalhar para construir uma advocacia segura neste novo momento pós-pandemia, de virtualização de diversos serviços”.
 
Presidente da OAB-DF, Délio Lins, falou justamente sobre as prerrogativas da advocacia no pós-pandemia. “É necessário criar ferramentas para que os advogados tenham condições de trabalhar junto ao Poder Judiciário”.
 
Mirando o futuro, o presidente da OAB-MS, Bitto Pereira, tratou sobre a advocacia 5.0. “Não adianta ser básico. Para não ficar fora do mercado de trabalho é necessário se especializar, ser melhor que os demais”. Ele expôs que, de acordo com dados da Universidade de Oxford, “algumas profissões vão acabar de forma definitiva com a automação e, quanto à advocacia, 8,9% dos advogados serão substituídos pela inteligência artificial”.
 
O mercado de trabalho e os honorários foi o tema do presidente da OAB-GO, Rafael Lara. “Estamos vivendo a era dos serviços e a advocacia é serviço. Temos que aprender a rentabilizar, enfrentar o desafio da precificação”.
 
Participaram do evento toda a diretoria da OAB-MT, presidentes de Subseções, conselheiros federais e seccionais. O conselheiro federal e diretor tesoureiro da OAB, Leonardo Campos, o conselheiro decano do CFOAB e presidente do conselho gestor do Fundo de Integração e Desenvolvimento Assistencial dos Advogados (Fida), Felipe Sarmento.
 
--
 

Keka Werneck

imprensaoabmt@gmail.com

Instagram @oabmatogrosso

 


Facebook Facebook Messenger Google+ LinkedIn Telegram Twitter WhatsApp

WhatsApp